Assuntos de Goiás TV

domingo, 2 de agosto de 2015

Ricardo Teixeira: 'não há lógica de me acusarem de corrupção'

"Se envolve o contrato da Nike, quem assinou o contrato da Nike fui eu. Então não adianta ficar tapando o sol com a peneira", afirmou Teixeira, que deixou o poder em 2012 por pressão do governo federal e da cúpula da Fifa. As declarações foram concedidas durante entrevista à Folha.

Naquele ano, o dirigente era alvo de denúncias de corrupção tanto no Brasil quanto no exterior. O Departamento de Justiça dos EUA investiga os pagamentos realizados pela multinacional esportiva Nike à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em 1996.

Após a assinatura do contrato de US$ 160 milhões, a Nike pagou mais US$ 40 milhões para “despesas de marketing” que não estavam contempladas no acordo inicial. O valor adicional foi depositado em uma conta bancária na Suíça em nome de uma empresa brasileira de patrocínio esportivo.

Questionado sobre o que acha da investigação do FBI sobre a cúpula da Fifa, Teixeira foi sucinto: “Eu não vou falar sobre isso”.
Teixeira: 'não há lógica de me acusarem de corrupção' | Brasil 24/7


Seguidores