Assuntos de Goiás TV

sábado, 18 de abril de 2015

O povo como massa de manobra: ‘Fora Dilma’ é para inviabilizar Lula, diz ex-presidente do PSB

O grito é “Fora Dilma”, mas a consequência final das mobilizações contra o governo seria a inviabilização de uma candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, em 2018, na avaliação do ex-ministro e ex-presidente do PSB Roberto Amaral.

“É uma tolice discutir se era elite branca ou só elite. Existe descontentamento, e a utilização desse descontentamento tem um fim, que é impedir uma eventual candidatura do Lula em 2018”, avalia Amaral. “Para atingir o Lula, é fundamental destruir o PT. O problema grave, do meu ponto de vista, é que a destruição do PT está levando consigo a destruição de forças progressistas e do campo da esquerda, que estão sendo envolvidas no mesmo balaio.”

Interlocutor de Lula e dissidente no PSB desde o apoio da sigla ao tucano Aécio Neves no 2.º turno de 2014, Amaral começou em novembro na articulação do que chama de frente nacional popular, e não de partidos. 

O envolvimento das legendas seria um contrassenso, dado que, para ele, o País vive uma crise de representatividade e, “fundamentalmente, uma crise da política”.
‘Fora Dilma’ é para inviabilizar Lula, diz ex-presidente do PSB - Política - Estadão


Seguidores