Assuntos de Goiás TV

domingo, 15 de março de 2015

Planalto monta 'gabinete de crise' para acompanhar atos

No Planalto, os últimos dias foram batizados de "semana do fim do mundo". Da CPI da Petrobras às vaias dirigidas a Dilma Rousseff, em São Paulo, tudo parece conspirar contra a presidente.

Pesquisas internas mostram uma deterioração maior da imagem de Dilma. Sua popularidade está em queda livre e, com apenas dois meses e meio de segundo mandato, ela perde apoio em todas as camadas da população, e não só na classe média. O receio do governo, nas manifestações de hoje, é com o quebra-quebra, o vandalismo e o aumento do tom contra Dilma.

Surpreendida com o "panelaço" do último domingo, quando fazia um pronunciamento no rádio e na TV - no qual pediu "paciência" com a crise -, Dilma convocou os ministros que compõem a coordenação do governo para ficarem de prontidão, hoje, em Brasília. 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aconselhou a sucessora a lançar o mais rápido possível uma "agenda do crescimento", para se contrapor às medidas amargas do ajuste fiscal. "Até hoje nós não sabemos o que aconteceu em junho de 2013. E se todo o protesto contra tudo o que está aí vier agora com mais força?", disse Lula a Dilma.
Planalto monta 'gabinete de crise' para acompanhar atos | Época NEGÓCIOS - notícias em Dilemas

Seguidores